sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Falando no Universo de Magia e Bruxaria...


Falando em Hogwarts, Harry Potter, esse mundo encantado, J.K. Rowling divulgou 6 histórias sobre o universo de magia. Um sobre Dolores Umbridge, diretora de Hogwarts, outro sobre Trelawney, professora de Adivinhação de Hogwarts. Nos outros ela conta mais detalhes sobre o Ministério de Magia, sobre os Testrálios e como os bruxos escolhem os nomes dos filhos. E um também sobre Azkaban.
Lembrando que os contos são sobre o universo do quinto livro de HP, A ordem de fênix. Todas as histórias passam naquela época.
Ela divulgou no site Pottermore e ainda não achei todos as histórias traduzidas. Quando achar, divulgo aqui.
Ansiando por ler todos!!! Obrigada por esse presentão de Halloween, J.K. Rowling, muito melhor que qualquer guloseima.


E aí potterheads, ficaram felizes também? 

Em comemoração do Halloween...

Hoje, como é o Halloween, o blog não poderia deixar de falar sobre o bruxo mais querido desse mundo: Harry Potter. Como uma fã de HP, vim falar um pouquinho sobre essa obra incrível que a J.K. Rowling escreveu a alguns anos, e até hoje faz muito sucesso.
Com 7 livros e 8 filmes, HP fez um sucesso internacional com crianças, jovens, adultos. E não é para menos, essa história é de encantar. Harry nos ensina tantas coisas, como por exemplo: A amizade verdadeira vence tudo.
Desde muito pequena, assisti os filmes, e quando entrei na adolescência, comprei toda a coleção de livros. Os livros são melhores que os filmes, apresenta muito detalhes que no filme não é retratado. São livros curtos, de linguagem fácil e de ler rapidinho.
Já os filmes, eles são demais né? Com o Daniel, a Emma <3 e com o Rupert. Cresci junto com eles, me lembro muito bem de assistir os filmes com minha prima, e eu tinha muito medo do Dobby.
O tempo passou, eles cresceram e eu também. Hoje sinto muita falta do lançamento dos filmes, de ter medo do Dobby, de ficar eufórica com as batalhas de Harry e Voldemort. Ainda fico ansiosa quando passa os filmes na tv e não perco um. Já sei de cor e salteado o que vai acontecer, mas mesmo assim assisto.
E até hoje espero minha carta de Hogwarts! Ainda acho que ela vai chegar!


E vocês, ainda esperam por suas cartinhas de Hogwarts? Qual série de bruxos, vampiros, lobisomem, anjos, animais de outros planetas, vocês mais gostam? 

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Resenha: Perdão, Leonard Peacock





Título do livro: Perdão, Leonard Peacock
Autor(a): Matthew Quick
Editora: Intrínseca 
Número de páginas: 223
Sinopse: "Hoje é o aniversário de Leonard Peacock. Também é o dia em que ele vai assassinar o ex-melhor amigo e depois se matar usando a P-38 que foi do avô, a pistola do Reich. Talvez no futuro ele conseguisse acreditar que ser diferente é bom, até importante. Mas não hoje. Matthew Quick, o autor de O lado bom da via, mais uma vez empresta seu texto sincero e sem meias palavras a uma história sobre as difíceis escolhas com as quais nos deparamos todos os dias e a luz que, ainda assim, sempre brilhará dentro de nós." 

 Classificação:



Confesso primeiramente que não sou uma adoradora dos trabalho do Matthew, pois (podem massacrar-me) não gostei de O lado bom da vida, não gostei mesmo. 
A muito custo resolvi insistir novamente no autor, mas, ao começar a ler Perdão, Leonard Peacock comecei a pensar que o autor gosta de contar histórias meio psicopatas, com personagens bastante problemáticos. 
Leonard é um menino de 17 anos carente de atenção, tem uma família desestruturada e mora praticamente sozinho, pois a mãe passa muito mais viajando. No dia do seu aniversário, Leonard decide que irá se matar, mas antes disso ele irá deixar um presente para cada pessoa que teve um papel importante na sua vida, e também, irá matar seu ex-melhor amigo. 
A questão principal do livro é saber o porquê do desejo dele em tirar a própria vida e a do antigo amigo, digamos que ficamos curiosos para chegar na resposta, e essa resposta demora a vir a tona. Durante o livro a gente vai prevendo algumas possibilidades, mas quando chegamos ao real motivo, é bem chocante. 
A parte interessante do livro é que nos faz pensar na felicidade, nos faz ver as pequenas coisas que importam na vida, e que nunca está tudo perdido, sempre vai haver alguém que se importa com a tua vida. 
O maior defeito que eu achei no livro, foi que o autor colocou notas de roda pés gigantes!!!!! E isso era meio chato, pois eram tão grandes que passavam de uma folha para outra, e acabava ficando confuso. 
Como podem ver, essa obra não está nos meus favoritos, apesar de ter bons pensamentos e trazer lições de vida muito sensacionais. Recomendo sim a leitura, pois ele traz ensinamentos, e podem ser de mais valor para vocês do que foi pra mim. 





Top 5 da Luiza!

Assim como a Alexia explicou no post abaixo, também irei fazer um top 5 com os livros da minha estante que mais me marcaram. Não tenho muito o que falar aqui porque ela já disse tudo haha Mas queria desejar a todos um ótimo Dia Nacional do Livro recheado de muita leitura, é claro!!!

1º lugar - Trilogia Slammed: Sou do tipo que gosta de comprar um livro sem nem ler a sinopse. Existe algo melhor do que ser surpreendida? Com "Métrica" foi exatamente assim. Tenho mania de passar horas no youtube só olhando vlogs que falem sobre livros. Numa dessas vezes vi uma tag "Os melhores livros que li em 2013" de um blog que não me recordo (porém sou muito grata). Anotei os nomes dos que eu havia me interessado e Métrica estava lá. Comprei sem nem saber sobre o que se tratava e sinceramente? Foi a melhor coisa que eu poderia ter feito. Métrica me prendeu a atenção do início ao fim, li ele em um dia e o mesmo aconteceu com sua continuação, "Pausa". Sinceramente não sei dizer qual dos dois é o meu preferido porque os dois me conquistaram de uma maneira sem igual. Ainda não li "Essa garota" mas pretendo ler em breve, com certeza será tão envolvente quanto os demais. Colleen tem todo o meu amor.

2º lugar - Quem é você, Alasca?: Algumas coisas na vida são inexplicáveis, assim como meu amor por esse livro. Tenho todas as obras do John, todas são ótimas, porém, "Quem é você, Alasca?" me conquistou. Não sei dizer exatamente o porque e nem como. Mas quando o livro acabou eu senti um enorme vazio existencial. Chorei como nunca tinha chorado com um livro. Eu não conseguia acreditar no que tinha acontecido, sou fã de "finais felizes" e quando leio algo diferente disso, fico inconsolável. Mas ao mesmo tempo, acho que o livro não teria forma melhor pra ter terminado. 

3º lugar - Não se apega não: Como mencionei a alguns dias atrás no instagram do blog, esse livro caiu como uma luva na minha vida. Através dele, Isabela me ensinou como encarar o fim de um relacionamento e levar a vida de forma mais leve e engraçada. Foi como se a cada página virada, ela contasse sobre minha vida e traduzisse (exatamente) todos os meus sentimentos. Não tem como não comentar também sobre a edição MARAVILHOSA que a Intrínseca realizou no livro. Ele é todo rosa pink e as separações dos capítulos são divinas. Tem como não amar?

4º lugar - Perdão, Leonard Peacock: Definitivamente não gostei de "O lado bom da vida" do mesmo autor. Comprei esse livro por pura teimosia (com um pé atrás) por ter gostado da sinopse e da capa. Desde o início me encantei com Leonard e fui tomada pela curiosidade de descobrir os motivos pelos quais o levavam a agir daquele jeito. Quando descobri, tudo o que eu mais queria era pegar ele no colo e não soltar nunca mais. Ameiii!!

5º lugar - A Última Música: Último lugar do meu top 5, mas não menos importante. Talvez ainda mais. Esse foi o primeiro livro mais "juvenil" que eu li e foi através dele que descobri o meu amor pelo mundo literário. Pra quem nunca tinha lido livros muito grossos, ler um de 380 páginas em 3 dias foi uma realização enorme. Eu simplesmente não conseguia parar de ler, tudo o que eu fazia levava o livro junto haha Nada melhor do que "estrear com chave de ouro", né? Nicholas é o melhor! 





quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Top 5 da Nathalia!


Continuando o top 5 de "xodós da minha estante", agora é a minha vez de mostrar para vocês os meus maiores amores, tive que escolher 5, mas com certeza afirmo que amo todos e cuido mais do que tudo na vida.

Então vamos lá!

1º - Métrica, de Colleen Hoover - Comprei esse livro por muita insistência da Luiza, que falava de uma forma que fez o livro ficar maravilhoso antes mesmo de eu ler. Com certeza foi o dinheiro mais bem gasto da minha vida, a história de Layken e Will me conquistou rapidinho, tanto que li o livro inteiro em apenas um dia. Métrica faz parte de uma triologia, chamada Slammed, já li Pausa que é o segundo livro, mas confesso que Métrica continua sendo o meu preferido. Essa Garota é o terceiro livro, e foi lançado a poucos dias, estou mega ansiosa para terminar de ler essa história. Colleen é uma escritora incrível! Confira a resenha de Métrica.

2º - Anna e o Beijo Francês, de Stephanie Perkins - Esse livro traz uma história daquelas que qualquer menina desse mundo gostaria de viver, além de se passar em Paris (que convenhamos, é o sonho de qualquer pessoa conhecer Paris), Étienne nos desperta uma paixão logo de cara, dá vontade de balançar o livro até ele sair de dentro para a vida real. É uma narrativa gostosa de ler, e com muito romance, o que mais me chama atenção. É o romance de estreia da autora, e como me apaixonei pela escrita, não vejo a hora de ler outro trabalho dela. Confira a resenha de Anna e o beijo francês. 

3º - Uma Longa Jornada, de Nicholas Sparks - Não é segredo o fato de eu amar e idolatrar Nicholas Sparks, e acho muito chato os comentários contra ele, pois amo muito todos os livros dele. Uma Longa Jornada foi o que mais me comoveu, é uma história diferente da mesmice do Nicholas, e o Luke é tão apaixonante quando a Sophia, e o amor de Ira e Ruth é comovente e lindo, impossivel ler as cartas de ambos sem sentir uma emoção enorme. Nicholas sempre arrasa! Amo/sou romance meloso e dramático, e esse livro tem uma pitada de tudo que é bom, inclusive a teimosia por parte dos personagens.

4º - A Probabilidade Estatística do Amor a Primeira Vista, de Jennifer E. Smith - Autora desconhecida, história desconhecida, capa desconhecida, foi tipo "tá na promoção, vamos arriscar?", comprei a versão econômica desse livro por pura curiosidade, confesso que não estava assim tão animada para ler. Aí está um romance diferente dos outros, de uma coisa tenho certeza, quero o Oliver pra mim!!!!! A história se passa inicialmente no aeroporto, e dá continuidade no avião e logo após em Londres. Oliver é britânico, e os encontros dele e Hadley são exatamente onde tu menos imaginar, ou seja, o livro é uma caixinha de surpresas. Mostra muito a questão familiar e a força do destino, além de ser um romance muito, mas muito fofo.

5º - Triologia A Seleção, de Kiera Cass - "Eu não acredito que tu tá lendo livro de princesa com quase 17 anos na cara", minha mãe mudou totalmente a opinião após eu praticamente obrigá-la a ler essa triologia. Tia Kiera, eu te amo! Sério, eu te amo muito! A história da America é algo que obviamente não vai acontecer realmente, tem umas partes meio "jura?", mas desperta muito o interesse e a curiosidade do leitor. Confesso que li um atrás do outro sem respirar, porque precisava saber o que ia acontecer com a América e o Maxon, tá aí mais um personagem apaixonante, Maxon é a combinação de tudo que há de bom nesse mundo. Agora a triologia já virou uma coleção e eu estou empolgadíssima para continuar a saber o que acontece na vida do casal.





Top 5 da Alexia!

Hoje como é o Dia Nacional do Livro, decidimos fazer um top estantes. Cada uma de nós três fará o seu, dizendo quais considera os melhores livros que já leu e que tem em sua estante. Então vamos lá, vou fazer um top 5 dos livros/coleções que mais gostei e que tenho um lugarzinho reservado para eles.

1º lugar-Coleção Harry Potter: Não poderia deixar fora essa coleção maravilhosa que me fez crescer muito e me incentivou a leitura. Apesar de ser uma coleção, citarei com um livro, porque eles são muito importantes na minha vida. Amei essa coleção desde que comecei a assistir os filmes incentivada pela minha prima, e aos 12 anos acabei adquirindo a coleção de livros. Antes apaixonada pelos filmes, depois pelos livros. São meus xodós, guardadas com todo o amor do mundo.

2º-Coleção A seleção: Li a trilogia (que agora se tornou uma coleção) em alguns dias. Me apaixonei de cara com a história de America e Maxon. E após terminar os três livros, mais “Os contos da Seleção” fiquei ansiando por mais e mais. Kiera escreve muito bem, de uma maneira incrível e que me prendeu do início ao fim. Como uma Selecionada, estou ansiosa para os próximos lançamentos.

3º-Querido John: Livro de Nicholas Sparks (um dos meus autores favoritos) que conta a história de John e Savannah. Bem dramático, super emocionante e cheio de lições. Amei muuuito o livro, apesar de ter lido ele há uns anos atrás, tenho uma paixão platônica por esse livro.

Confira a resenha de Querido John aqui.

4º-Diário de uma Paixão: Outro livro de Nicholas Sparks que conta a história de Noah e Allie. Um dos livros mais vendidos do Nicholas e tem motivo: ele é demais!! Me apaixonei pela história do casal, emociona muito e chorei muito com o final. Li ele há dois anos atrás.

5º-Coleção Fazendo meu filme: Adquiri o primeiro livro da coleção e me apaixonei. Estou esperando ansiosamente a chegada do resto da coleção. É uma história bem fofinha, bem adolescente e que te faz se apaixonar desde primeira página. Espero não me decepcionar com o resto da coleção, pois o primeiro foi demais! A Paula Pimenta escreve muito bem, de uma maneira bem adolescente, e o melhor de tudo, as coisas acontecem aqui mesmo no Brasil.

Confira a resenha de fazendo meu filme aqui.


Foi muito difícil escolher apenas 5, apesar de eu não ter uma vasta estante de livros, entre os 50 que tenho, foi bem complicado escolher os melhores. Futuramente mostrarei para vocês todos os meus bebês.

E aí, quais livros vocês mais gostam?

sábado, 25 de outubro de 2014

Resenha: Como eu era antes de você

Título: Como eu era antes de você

Autora: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 320
Classificação: 







Terminei nessa tarde a leitura do livro “Como eu era antes de você” da Jojo Moyes. Demorei um pouco para terminar de ler esse livro pelo fato de estar um pouco sem tempo. Adquiri o livro por ter lido a sinopse e ter achado incrível, além é claro de ter vários comentários positivos.
A história começa com Lou Clark sendo demitida do seu emprego. Ela vai em busca de um novo emprego e encontra a oportunidade de trabalhar como cuidadora de um tetraplégico. Ela apenas teria que animar Will, seu patrão. Na verdade, não seria uma cuidadora e sim uma “animadora”. Will é um jovem tetraplégico com uma lesão na C5/C6, muito mal humorado, debochado e irritante. No começo, Lou só pensa em ficar longe de Will.

“Ser atirada para dentro de uma vida totalmente diferente-ou pelo menos, jogada com tanta força na vida de outra pessoa a ponto de parecer bater com a cara na janela dela-obriga a repensar sua ideia a respeito de quem você. Ou sobre como os outros o veem.“

Era assim que Lou se sentia, jogada e forçada a viver com Will, mas tudo muda ao saber que Will quer se matar e seu único motivo para estar ali é fazer ele mudar de ideia. Lou começa ter uma relação de amizade com Will, e fazer passeios com ele. Mas essa amizade muda para um amor e Lou começa a repensar na sua vida.

“Sei que podemos. Sei que não é como você queria, mas posso fazer você feliz. Só sei dizer que você me transformou...numa pessoa que eu nem imaginava. Você me faz feliz, mesmo quando é horroroso. Prefiro estar com esse você que você que você deprecia de que com qualquer outra pessoa do mundo.”


Sim, o livro é bom, mas eu esperava mais. É uma leitura que flui e uma escrita interessante. Não queria que o final fosse do jeito que foi e esperava um romance mais bonitinho e fofinho. Foi um romance mais platônico do que realmente real. Ocorreu apenas dois beijinhos durante o livro todo. De verdade, me decepcionei com o final. Recomendo sim o livro, mas já se preparem para um final bem triste e que não será como você quer.

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Divulgada a capa de The heir!

 Foi divulgada a capa do 4º livro da série A seleção!
“The heir” ou A herdeira será lançado no dia 5 de maio de 2015 nos EUA e a Editora Seguinte está trabalhando para ter o lançamento simultâneo, igual aos outros livros da série.
Confira a sinopse oficial do livro:
“Vinte anos atrás, America Singer participou da Seleção e conquistou o coração do príncipe Maxon. Agora chegou a vez da princesa Eadlyn escolher seu noivo. Eadlyn não espera que sua Seleção seja nem um pouco parecida com o conto de fadas de seus pais. Mas ao longo da competição, ela pode descobrir que seu final feliz não é algo tão impossível como ela sempre achou.”

Capa oficial de The Heir

Não sei vocês, mas eu estou muito ansiosa para ler A herdeira. 

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

1 mês!




    Hoje completamos 1 mês de blog!!!!!

  Obrigada a todos que nos acompanham, com vocês vamos conseguir crescer cada dia mais. Continuem nos encorajando e seremos muito gratas. 

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Resenha: Anna e o beijo francês

Título do livro: Anna e o beijo francês
Autor(a): Stephanie Perkins
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 288
Sinopse: "Isto é tudo o que sei sobre a França: Madeline, Amélie e Moulin Rouge. A Torre Eiffel e o Arco do Triunfo também, embora eu não saiba qual a verdadeira função de nenhum dos dois. Napoleão, Maria Antonieta e vários reis chamados Louis. Também não estou certa do que eles fizeram, mas acho que tem alguma coisa a ver com a Revolução Francesa, que tem algo a ver com o Dia da Bastilha. O museu de arte chama-se Louvre, tem o formato de uma pirâmede, e a Mona Lisa vive lá junto com a estátua da mulher sem braços. E tem cafés e bistrôs ou qualquer nome que eles dão a estes em cada esquina... Não é que eu seja ingrata, quero dizer, é Paris. A Cidade Luz! A cidade mais romântica do mundo. Anna Oliphant não está nada entusiasmada com a ideia de se mudar para Paris, já que seu pai, um famoso escritor norte-americano, decidiu enviá-la para um colégio interno na Cidade Luz. Anna prefere ficar em Atlanta, onde tem um bom emprego, uma melhor amiga fiel e um namoro prestes a acontecer. Mas, ao chegar a Paris, Anna conhece Étienne St. Clair, um rapaz inteligente, charmoso e bonito. Só que Étienne, além de tudo, tem uma namorada... Anna e Étienne se aproximam e as coisas ficam mais complicadas. Será que um ano inteiro de desencontros em Paris terminará com o esperado beijo francês? Ou certas coisas simplesmente não estão destinadas a acontecer?"

    Classificação: 







Pensem um livro fofo, agora multipliquem, chegou a sensação de ler Anna e o beijo francês.
Anna é mandada para uma escola em Paris, pois seu pai acha que ela terá uma melhor educação lá e aprenderá como se manter. Os pais de Anna são separados, e ela também tem um irmão caçula, o pai de Anna, segundo as características do livro, tem tudo a ver com o Nicholas Sparks, tipo muito parecido.

Ao chegar em Paris, Anna consegue fazer amigos, e entre eles há Étienne St. Clair. Ah, Étienne... É praticamente impossível não amar Étienne, a autora o descreve como um perfeito fofo, exatamente aquela fofura que todas nós sonhamos, aquela fofura de querer pegar e cuidar. 
Anna e Étienne se aproximam muito, pois é ele quem a auxilia no novo lugar, principalmente com a lingua e a maneira que deve agir entre os franceses. 

O que Anna não espera é que irá gostar de Étienne mais do que deveria, mas Étienne tem namorada, e isso impede que os sentimentos sejam expostos. Anna irá descobrir um novo mundo, e se decepcionar com algumas coisas que deixou para trás, mas nada que não pode ser superado.

A parte mais interessante, é que a autora foca muito na importância da amizade. O livro é romântico, fofo, inocente e muito bom. Na minha opinião, Stephanie entrou com tudo no mundo da literatura, porque não vejo a hora de continuar lendo o que ela escreve.





 

Resenha de Fazendo meu filme

fmf1Título do livro: Fazendo meu filme, a estreia de Fani  
Autora: Paula Pimenta
Editora: Gutenberg
Número de páginas: 336 páginas
Sinopse: Fazendo meu filme é um livro encantador, daqueles que lemos compulsivamente e, quando terminamos, sentimos saudade. Não há como não se envolver com Fani, suas descobertas e seus anseios, típicos da adolescência. Uma história bem-humorada e divertida que conquista o leitor a cada página.
Seja a relação com a família, consigo mesma e com o mundo; seja a convivência com as amigas, na escola e nas festas; seja a relação com seu melhor amigo e confidente. Tudo muda na vida de Estefânia quando surge a oportunidade de fazer um intercâmbio e morar um ano em outro país. As reveladoras conversas por telefone ou MSN e os constantes bilhetinhos durante a aula passam a ter outro assunto: a viagem que se aproxima.
É sobre isto que trata este livro: o fascinante universo de uma menina cheia de expectativas, que vive a dúvida entre continuar sua rotina, com seus amigos, familiares, estudos e seu inesperado novo amor, ou se aventurar em outro país e mergulhar num mundo cheio de novas possibilidades. As melhores cenas da vida de Fani podem ainda estar por vir.
Classificação:


Primeiramente, devorei esse livro em dois dias e agora estou aguardando ansiosamente pelo resto da minha coleção chegar. Amei o livro!
Fani, é uma garota que não vê muita graça em sair nos finais de semana, prefere ficar em casa assistindo um DVD da sua coleção. Me identifiquei muito com Fani, porque prefiro muito mais ficar em casa do que sair, só que diferente dela, prefiro devorar vários livros. Acho que todas as meninas adolescentes se identificam um pouco com Fani e por esse motivo Fazendo meu filme ficou conhecido.
Fani tem uma paixão super platônica por seu professor de biologia, Marquinho e por isso não chega o amor da sua vida que tá bem do seu ladinho.
Fani mudou de colégio no início do ensino médio por insistência de sua mãe. Ela achava que ia ficar na mesma turma de sua amiga de infância, Natália, mas é obvio que isso não aconteceria. Ao ficar na outra turma começa a ter uma amizade com Gabi e Léo. Até ai tudo bem, Fani tinha amigos incríveis, notas boas, mas do nada sua vida dá uma reviravolta.
Sua mãe marca uma entrevista para Fani para a possibilidade de um intercâmbio. Logo no começo, Fani não gosta muito da ideia e acredita que não vai conseguir. No dia da tal entrevista descobre que é uma prova. E não é que Fani tira o primeiro lugar. Sim, Fani vai fazer o intercâmbio. Aí que a coisa complica, Fani começa a perder a amizade de Léo. Ela fica muito infeliz com essa situação e a única pessoa que a anima é Gabi. Quando Fani finalmente assume o amor por Léo, começa a correr atrás do tempo perdido.
Me apaixonei pelo livro, é uma história envolvente, que você se identifica. Como já falei li ele em dois dias. E o mais legal é que as coisas acontecem aqui mesmo no Brasil, logo você sabe exatamente onde fica cada lugar.
Paula Pimenta escreve de uma maneira muito legal, é o segundo livro que leio dela e fico cada vez mais encantada com a sua escrita.




quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Inferno será gravado em 2015!




"Inferno" livro de Dan Brown, terceiro livro da série que teve início em "Código da Vinci". O filme começará ser gravado em 2015 e terá Tom Hanks como protagonista e Ron Howard continua na direção.
Tom Hanks
O livro conta a história de Robert Langdon, o professor de Simbologia de Harvard, que é arrastado para um mundo angustiante centrado numa das obras literárias mais duradouras e misteriosas da história: O Inferno, de Dante Alighieri. Numa corrida contra o tempo, ele luta contra um adversário assustador e enfrenta um enigma engenhoso que o leva para uma clássica paisagem de arte, passagens secretas e ciência futurística. Tendo como pano de fundo poema de Dante, e mergulha numa caçada frenética para encontrar respostas e decidir em quem confiar, antes que o mundo que conhecemos seja destruído.
Capa do livro "Inferno"
Faz muito tempo que desejo comprar esse livro, mas sempre coloco outro na frente e esqueço. Mas ainda vou comprar! "Inferno" é alvo de várias críticas, mas quem já leu diz que é incrível.

E aí, ansiosos para a adaptação para o cinema?

Melhores frases do livro Querido John


·         “O que significa amar verdadeiramente uma pessoa? Houve um tempo em que eu achava saber a resposta: significava que eu iria pensar em Savannah mais do que em mim mesmo, e passaríamos o resto de nossas vidas juntos.” Pág.11

·        “Independentemente do que acontecesse em nossas vidas, eu me imaginava ao fim do dia deitado na cama ao lado dela, nós dos abraçados enquanto conversávamos e ríamos, perdidos nos braços um do outro.” Pág.11

·         “Eu me apaixonei por ela enquanto estávamos juntos, e me apaixonei ainda mais nos anos em que ficamos separados. Nossa história tem três partes: um começo, um meio e um fim. Embora seja assim que as histórias se desenrolam, ainda não consigo acreditar que a nossa não durará para sempre.” Pág. 14

·         “Paixão e satisfação caminham lado a lado. Sem elas, qualquer felicidade é apenas temporária, porque não há o que a faça durar.” Pág.66


·         “Segundo meu pai, quando você está em dificuldades, olhe as pessoas ao redor e verá que todas estão sofrendo por algo, e para cada uma delas, a situação parece tão difícil como o que você está passando.” Pág.78

·         “Quando os lábios dela tocaram os meus, soube que poderia viver cem anos e visitar o mundo todo e nada se compararia ao momento único em que beijei a mulher dos meus sonhos e soube que meu amor duraria para sempre.” Pág.114

·         “Mesmo que você não queira ouvir, quero que você saiba que sempre será parte de mim. No tempo que passamos juntos, você conquistou um lugar especial no meu coração, que eu vou levar comigo pra sempre e ninguém pode substituir. Você é um herói e um cavalheiro, você é gentil e honesto, mas, acima de tudo, você é o primeiro homem que amei verdadeiramente. E não importa o que o futuro traga, você sempre será, e sei que minha vida é melhor por causa disso.” Pág.192

·         “Essas lembranças eram minhas e só minhas, pois aprendi que é melhor manter algumas coisas em segredo.” Pág.200

·         “Essa é a coisa engraçada sobre a verdade, ela geralmente aparece.” Pág.228

·         “Aprendi que é possível seguir em frente, não importa quanto pareça impossível. Com o tempo, a dor... diminui. Pode não desaparecer completamente, mas depois de um tempo não é massacrante.” Pág.265


terça-feira, 14 de outubro de 2014

Resenha de Uma carta de amor, escrito por Nicholas Sparks




Título do Livro: Uma Carta de Amor
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 277
Sinopse: "Há três anos, a colunista Theresa Osborne se divorciou do marido após ter sido traída por ele. Desde então, não acredita no amor e não se envolveu seriamente com ninguém. Convencida pela chefe de que precisa de um tempo para si, resolve passar férias em Cape Cod. Durante a semana de olga, depois de terminar sua corrida matinal na praia, Theresa encontra uma garrafa arrolhada com uma folha de papel enrolada dentro. Ao abri-la, descobre uma mensagem que começa assim: "Minha adorada Catherine, sinto a sua falta, querida, como sempre, mas hoje está sendo especialmente difícil porque o oceano tem cantado para mim, e a canção é a da nossa vida juntos." Comovida pelo texto apaixonado, Theresa decide encontrar seu misterioso autor, que assina apenas "Garrett". Após uma incansável busca, durante a qual descobre novas cartas que mexem cada vez mais com seus sentimentos, Theresa vai procurá-lo em uma cidade litorânea da Carolina do Norte. Quando o conhece, ela descobre que há três anos Garrett chora por seu amor perdido, mas também percebe que ele pode estar pronto para se entregar a uma nova história. E, para sua própria surpresa, ela também. Unidos pelo acaso, Theresa e Garrett estão prestes a viver uma história comovente que reflete nossa profunda esperança de encontrar alguém e sermos felizes para sempre.

Classificação:




Resenha:  

Descobri a pouquíssimo tempo que a edição que eu li é uma republicação da história, publicada pela Editora Arqueiro. Li alguns comentários sobre o livro, e muitas dessas pessoas não gostaram, reclamando da mesmice de Nicholas, mas eu particularmente amei o livro, amei a história, amei a escrita. Lógico que tem tragédia, porque poxa, é Nicholas né? Sempre tem, já temos que estar preparados com lencinhos de papéis, porque é claro que vai ter muito choro.

Theresa é divorciada, pois foi traída pelo marido, mas esse casamento lhe rendeu um filho, a quem ela dedica a sua vida, além de seu trabalho como jornalista em Boston. Deanna, chefe de Theresa insiste em leva-la para umas merecidas férias em Cape Cod, e é essa viagem que muda sua vida.

Theresa encontra uma garrafa qualquer, e dentro dessa garrafa há uma mensagem. Essa mensagem é uma carta de amor de uma pessoa que se assina por Garrett, para Catherine. Ela se encanta pelas palavras do autor misterioso, e decide que irá encontrá-lo e conhece-lo. Theresa parte para Wilmington, na Carolina do Norte, para ir em busca do rosto que ela associará as mensagens que leu.

Quando Theresa conhece Garrett, descobre que ele é viúvo, e sofre com a ausência de Catherine a quatro anos, e leva a vida solitariamente. A vida dos dois muda completamente após um passeio de barco, Theresa e Garret iniciam uma relação que serve de consolo para as duas partes, cicatrizando as feridas de ambos. Diferente da maioria dos livros, esse amor não acontece a primeira vista, leva um tempo para que um se entregue ao outro, é aquele tipo de livro que tu tem vontade de pegar a personagem e dar uns tapas pra ver se acorda.

Existem alguns acontecimentos que separam os dois, erro de Theresa, que ela vai se arrepender muito. Até ai, nada tão emocionante... Mas, então, eis que chega o final.. Quando chega o final tu fica tipo "COMO ASSIM?" "O QUE É ISSO?" "EU NÃO ACREDITO QUE ISSO ACONTECEU", e sinceramente, dá vontade de jogar o livro contra a parede, ou até mesmo rasgar ele inteirinho para ver se passa a indignação.

A última parte do livro é recheada de emoção, tipo muito fofo, muito triste, muito Nicholas. Nem preciso falar o quanto eu amo esse autor, e o quanto indico esse livro. A história nos mostra que não importa o que tu pense, não importa se deu errado, a vida sempre nos mostra que temos chances de recomeçar.









Atenção a dica do blog!!


Hoje é dia de gastar no site da submarino!!!!!

Após escolher 5 livros desse link (http://www.submarino.com.br/portal/hotsite-sl-comp/header-5-livros-por-50-reais/sl-1compre5por50out2014/0/309573/110764191/112416705/111651789?chave=Dest2HI14_livros&franq=AFL-03-21602) o preço muda, e cada livro custará R$10,00, ao todo R$50,00 + frete. Corram lá para adquirir babys novos!!!

domingo, 12 de outubro de 2014

Resenha de Animais fantásticos e onde habitam


 

Título do livro: Animais Fantásticos e onde habitam
Autora: J.K. Rowling
Editora: Rocco
Número de páginas: 63 páginas
Sinopse: "O livro de estudo utilizado por Harry Potter e seus amigos na versão dos trouxas!" Descubra o que um pufoso come, porque não é bom deixar vasilhas de leite à porta de casa para um ouriço e qual é o habitat do quintípede, entre outras curiosidades.

Classificação: 






Hoje resolvi falar sobre o livro “Animais Fantásticos e onde habitam”, sim sou uma fã de Harry Potter. Acompanhei essa série desde muito pequena e hoje em dia sinto muita falta de ver novos filmes, mas sempre que possível leio os livros e vejo pela milésima vez os filmes. Há alguns meses atrás tinha uma promoção da “Biblioteca de Hogwarts” que contém os livros: Animais fantásticos e onde habitam, Os contos de Beedle, o bardo e o Quadribol através dos séculos. São livros bem curtinhos e de leitura rápida e só vai entender quem é fã de Harry Potter.
Resolvi falar de Animais fantásticos e onde habitam, pois daqui algum tempo será lançado o filme.
Primeiramente, o livro tem vários rabiscos como se Harry, Hermione e Rony tivesse escrito nele mesmo. O livro é muito legal, porque você entende o que são alguns animais que são citados nos livros e não aparecem no filme. O livro conta como o Ministério avalia os animais, quais são os mais perigosos, onde se encontram, etc. Animais fantásticos e onde habitam faz parte do material de Hogwarts.
Eu, como uma fã de Harry Potter, amei o livro do início ao fim. Fiquei curiosa ao saber que teria o filme e anseio muito para assisti-lo. Na verdade será uma trilogia, com 3 mega filmes. A Warner Bros anunciou há algum tempo que o primeiro filme já tem data para ser lançado e será no dia 18 de novembro de 2016. Os filmes serão protagonizado pelo personagem Newt Scamander, autor fictício da obra. Não foi divulgado quem fará o papel de Newt. E Daniel Radcliffe não fará parte do filme, até porque o filme se passará 70 anos antes do nascimento de Harry.  A Warner Bros confirmou que a trilogia será filmada no mesmo local de gravações dos filmes da série “Harry Potter”, no Leavesden Studios.
 J.K. Rowling comentou sobre o filme: “Embora vá se passar na comunidade mundial mágica de bruxos e bruxas onde eu fui tão feliz por dezessete anos, ‘Animais Fantásticos e Onde Habitam’ não é um prelúdio ou sequência da saga Harry Potter, mas uma extensão do mundo mágico. As leis e costumes da sociedade mágica secreta serão familiares para qualquer um que leu os livros de Harry Potter ou assistiu aos filmes, mas a história de Newt começará em Nova York, setenta anos antes de Harry começar sua jornada.”
Veja abaixo algumas fotos do livro:





E o mais legal, toda a renda arrecadada da venda do livro é doado para Comic Relief que ajudará as populações mais pobres e vulneráveis, nos países mais carentes do mundo.

E aí, também estão ansiosos para a estreia do filme? 

sábado, 11 de outubro de 2014

Opiniões sobre Anna e o beijo Francês


             Hoje recebi o livro Anna e o beijo Francês, comprado no site da submarino.
           
      Anna e o beijo Francês, foi escrito por Stephanie Perkins e publicado pela Editora Novo Conceito, contém 288 páginas.


Stephanie Perkins


    Ainda não tive a oportunidade de fazer a leitura da obra, mas está como próxima na lista de espera, porém, separei para vocês algumas opiniões de autoras conhecidas, elas resumiram o que a obra significou no entendimento de cada uma. Enquanto esperam a resenha do livro, podem achar nessas opiniões, um motivo para ele entrar na listinha dos desejados. Então vamos lá!

  "Desde as mágicas ruas de Paris, à sua charmosa narradora, Anna e o beijo Francês tem tudo isto. Um livro maravilhosamente vencedor!" Robin Benway, autora de Audrey, Wait! e A música que mudou minha vida.

  "Muito astucioso. Muito divertido. Muito romântico. Você deveria namorar este livro." Maureen Johnson, autora best-seller do The New York Times com Scarlet Fever.

  "Inteligente e sensual. Anna e o beijo Francês tem tudo o que seu coração anseia. Você vai querer viver dentro desta história para sempre." Lisa Mcmann, autora best-seller do The New York Times com a triologia Wake.

  "Imagine uma xícara de chocolate quente encorpado e grosso. Agora adicione uma espiral de chantili. Gostoso? Oui. Bem, Anna e o beijo Francês é encorpado, doce e sim, ainda mais quente. Você está a ponto de experimentar algo especial." Lauren Myracle, autora best-seller do The New York Times com Let It Snow.








Dica de hoje: Promoções da Submarino!

Pra quem está querendo adquirir uns novos livros, tenho uma dica. Acabei de entrar na submarino e tem umas promoções bem legais.
A primeira é de lançamentos e pré vendas com 15% de desconto. Confira aqui.
E a segunda é de melhores coleções de livros com um desconto bem razoável. Confira aqui.


Melhores frases do livro Perdão, Leonard Peacock

·        




“       "A chave é fazer algo que marque você para sempre na memória das pessoas comuns. Algo que importe.” Pág.11

·         “Estou tentando fazer com que ele saiba o que estou prestes a fazer. Estou torcendo para que ele possa me salvar, apesar de saber que não pode.” Pág.31

·         “Eu gostaria de poder enviar um vídeo ou uma foto de você e S brincando na água com Horário, o golfinho. Se você pudesse ver isso, saberia que toda a dor que terá de suportar para chegar até aqui, no futuro, onde você é feliz, definitivamente, terá valido a pena.” Pág.69

·         “Dava para ver que ele realmente não queria ser meu amigo, que só queria ser deixado em paz com sua música, e eu respeitei isso. Eu também queria ser deixado em paz. Então, compartilhávamos um grande espaço onde ficávamos a sós juntos, se é que isso faz algum sentido.” Pág. 77


·         “Houve dias em que Herr Silverman foi a única pessoa a me olhar nos olhos. A única pessoa durante todo o dia. É uma coisa simples, mas coisas simples importam.” Pág. 99

·         “- Por que você está me dando isso?
- Bem, por uma porção de motivos. A maioria eu realmente não consigo explicar direito. É por isso que as pessoas dão presentes, certo? Porque não sabem como se expressar em palavras, então dão presentes para expressar simbolicamente seus sentimentos.”  Pág.100

·         “Eu acho que o mundo seria um lugar melhor se dessem medalhas para grandes professores, em vez de darem apenas para os soldados que matam os inimigos nas guerras.” Pág.100

·         “- Os valentões são sempre populares.
  - Por quê?
  - As pessoas adoram o poder.” Pág.157 

·         “Não deixar o mundo destruí-lo. Essa é uma batalha diária.” Pág.187

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Hoje é aniversário de Auggie!

        Para quem já leu Extraordinário sabe que hoje é aniversário de Auggie. Auggie é um menino com uma doença rara que quando nasceu sofreu uma deformação no rosto. Li o livro e passei o tempo todo tentando imaginar como seria o rosto dele, mas não consegui imaginar direito.
"Os olhos dele ficam cerca de dois centímetros abaixo de onde deveriam, quase no meio das bochechas. São caídos, formando um ângulo acentuado, quase como se alguém tivesse aberto duas fendas diagonais em seu rosto, e o esquerdo é claramente mais baixo que o direito. E são esbugalhados, porque as cavidadas oculares são pequenas demais para comportá-los. As pálpebras superiores ficam sempre meio fechadas, como se ele tivesse adormecendo.[...]O nariz é desproporcionalmente grande para o rosto, e meio largo. A cabeça dele é afundada nas laterais, no lugar onde deveriam estar as orelhas.[...]"
          Só de ler esse trecho do livro, você começa a se questionar como Auggie seria. 
         Gostei muito do livro, são trechos curtos de leitura e é uma história bem legal. Dá para lê-lo em poucos dias. 
          Alguns dias atrás foi divulgado que a Lionsgate adquiriu os direitos de adaptação do livro. E a primeira coisa que pensei quem fará o papel de Auggie. Não foi divulgado nada sobre o elenco do filme. Ficamos no aguardo por mais informações. 
Foram lançadas duas capas de Extraordinário, particularmente prefiro a branca.

E agora Happy Birthday, Auggie!!

Nos próximos dias farei uma resenha de Extraordinário!!!

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Capa versus capa de John Green

Hoje resolvi fazer um “capa versus capa”. Nos últimos dias tenho visto várias capas diferentes do mesmo livro. Alguns inspirados nos cartazes de filmes, outros por inspiração na história. O primeiro “capa versus capa” será dos livros do John Green.

A culpa é das estrelas: Esse livro teve duas capas, a original e uma inspirada no cartaz do filme. Eu gosto muito mais da capa original. A culpa das estrelas foi sucesso internacional com milhares de exemplares vendidos. Foi o sexto romance de John Green.

Quem é você, Alasca?: Um dos maiores sucessos de John Green, teve muitas capas publicadas. São tantas que não dá para contar haha. Particularmente, a que mais gosto é a toda preta, publicada pela Editora WMF Martins Fontes, essa capa tem uma textura diferente, que apesar de marcar muito fácil, ela é muito linda. “Quem é você, Alasca?” foi o primeiro romance escrito e publicado por John Green. Confira a resenha do blog aqui.

Cidades de Papel: Teve duas capas publicadas no Brasil, mas a mais famosa foi a vermelha. “Cidades de Papel” foi o quarto romance de John Green. Confira a resenha do blog aqui.

O Teorema Katherine: teve apenas uma capa publicada no Brasil, a toda branca. Em outros países teve algumas outras capas desse livro. “O teorema Katherine” foi publicado em 2006.

Deixe a neve cair: Também só teve apenas uma capa publicada no Brasil. O livro é uma parceria de John Green, Mauren Johnson e Lauren Myracle.

Will e Will, um nome, um destino: Houve duas capas publicadas no Brasil, e a mais famosa foi a azul. “Will e Will” foi publicado em 2010.


Esse foi o Capa versus capa de hoje. Logo faremos outro! Espero que tenham gostado!