segunda-feira, 10 de agosto de 2015

[Resenha] O último homem do mundo


Título do livro: O último homem do mundo
Autor(a): Tais Cortez
Editora: Ler Editora
Número de Páginas: 223
Sinopse: Amanda é uma garota rebelde e problemática. Filha de Patrícia Oliveira, uma atriz mundialmente famosa, ela se ressente do comportamento da mãe, que trabalha demais e dedica seu pouco tempo livre para namorar. Depois de ser expulsa dos três últimos colégios, Amanda é matriculada contra sua vontade no Educação de Elite, o colégio interno mais renomado do país, onde apenas os filhos da elite nacional estudam. Determinada a conseguir mais uma expulsão, ela é capaz das maiores loucuras, mas seus planos acabam sendo frustrados por suas colegas de quarto, por uma inspetora intrometida e um diretor paciente. Lá ela também conhece Ricardo, o garoto mais popular e mulherengo do colégio. A atração entre eles é imediata, mas isso não impede que se odeiem ferozmente e que façam de tudo para prejudicar um ao outro. No entanto, o destino os forçará a unirem forças por um bem maior, e Amanda perceberá que, às vezes, o último homem do mundo de sua consciência pode ser justamente aquele que seu coração decide escolher.

Classificação: 

Esse é o segundo livro que leio através de Book Tour e posso dizer que adorei mais uma vez a experiência, tirando o fato de eu ser meio possessiva, me apegar aos livros e querer que os mesmos fiquem morando na minha casa hahaha
Bom, o livro começa narrando a história da Amanda, uma jovem extremamente revoltada, que guarda uma grande mágoa de sua mãe, tudo isso porque ela é Patrícia Oliveira, uma atriz famosa e que nunca dá a devida atenção que a filha merece, apesar de parecer ter programado cada segundo de sua vida.
Toda essa rebeldia, fez com que Amanda fosse expulsa (por vontade própria) de três escolas nos últimos três anos. Não sabendo mais o que fazer com a menina, Patrícia decide colocá-la em uma escola interna conhecida como uma das melhores do país, onde só estudam adolescentes de famílias ricas e famosas.
Lá, Amanda de cara já cria inimizades e no primeiro dia de aula já arruma uma briga (com a filha do diretor da escola e seu namorado Ricardo), mas também, conquista duas amigas (coisa que nunca havia tido nas outras escolas). Com o passar dos dias, ela se mostra cada vez mais determinada em ser expulsa de lá, mas todos os seus planos acabam falhando devido a aparente infinita paciência do diretor da escola. E com isso, Amanda entra em conflito consigo mesma, pois apesar de querer muito provar para a mãe que ela não controla sua vida, a menina também acaba começando a gostar da ideia de estudar no Educação de Elite.
Gosto muito de livros em que os personagens passam por alguns "atritos" antes de se apaixonarem, aquela famosa relação de gato e rato que no final acaba se transformando em amor hahah Então, limito-me a contar até aqui, pois acho que os outros detalhes devem ser conhecidos através da leitura e não quero acabar soltando nenhum spoiler.
O livro é um romance leve e divertido, me lembrou muito as famosas "web novelas" que eu lia antigamente nos tempos do Orkut (sério hahah), o legal é que ele não fala somente de um romance entre adolescentes, mas também aborda assuntos como conflitos em família e amor ao próximo. Recomendo!

Simone Taietti estará na XVII Bienal Internacional do Livro no RJ

Hoje é dia de passar pra contar mais uma novidade: Simone Taietti, autora do livro "Uma vida para sempre" (já resenhado aqui no blog) está com presença confirmada para sessão de autógrafos no maior evento literário do país, a XVII Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro. Quem aí vai? Eu com certeza iria se a distância não fosse tão grande :(


quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Rafa Vitti lança livro pela Editora Seoman

Boa tarde queridíssimos leitores! É com imenso prazer que venho anunciar pra vocês em primeira mão que o Rafa Vitti irá lançar um livro de poesias pela editora Seoman. Isso mesmo!!! Além de ser um gato e ótimo ator em Malhação, Rafael ainda escreve poesias! hahah Eu estou ansiosa para esse lançamento e vocês?


Parceria com a autora Natalia Von Poser

Olá pessoal! Hoje eu vim aqui apresentar pra vocês uma das nossas parceiras do blog, a autora Natalia Von Poser. Já adianto que semana que vem sai a resenha do livro acompanhada de um sorteio do mesmo. Quem vai querer???

Biografia: Natália Von Poser nasceu em São Paulo, mas mora no Rio de Janeiro desde criança. É filha de pai alemão e mãe baiana. É membro da Marinha do Brasil, onde trabalha como psicóloga e Capitão de Corveta, mas desde pequena queria ser escritora. Fez cursos na Estação das Letras com Nilza Rezende e Carola Saavedra. Em 2013, foi uma das vencedoras do concurso de contos Eu Amo Escrever, fruto de uma parceria entre a loja de roupas Cantão e a editora Livros Ilimitados. Um homem, uma mulher, um drink é seu primeiro romance.

Sinopse: O romance chick lit Um homem, uma mulher, um drink mostra um casal que se conhece por acaso em um aeroporto em São Paulo e três possíveis maneiras desse encontro se desenrolar – à moda do filme Corra, Lola, Corra, um clássico de 1998. Paula é uma psicóloga que trabalha com recursos humanos em uma empresa de telemarketing. Ela é carioca, mas vai e volta de São Paulo, onde trabalha durante a semana, para encontrar o noivo no Rio de Janeiro. Ela está insatisfeita com sua vida e decide pedir demissão. Aguarda o embarque no bar do aeroporto quando Ricardo, ex-funcionário de uma grande empresa e agora professor, lhe oferece um drinque. A partir daí temos quatro desfechos para essa história que fala não só de amor, mas dos problemas e questionamentos dos jovens contemporâneos, sempre com muito humor.





Facebook: https://www.facebook.com/nataliavonposer.escritora

Para comprar o livro: 


segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Divulgada a capa e a sinopse do novo livro de "Perdida"

Após alguns meses de curiosidade, Carina Rissi divulgou na última sexta feira(31) a capa e sinopse do seu novo livro: Destinado. O livro vem para continuar a história de Ian e Sofia, esse casal que encantou o público de uma forma que até virará um filme. Carina juntamente com a Editora Verus irá lançar mais 3 livros sobre Perdida: o quarto sobre Elisa e Lucas, o quinto sobre Valentina e seu felizes para sempre e o sexto a nossa Sofia volta a protagonizar no livro com título provisório Cartas para Nina.
Confira abaixo a capa e a sinopse:
“Ian Clarke é um homem de sorte e sabe muito bem disso. Ele encontrou a felicidade que tanto almejava ao lado de sua amada (e complicada) Sofia. Não que tenha sido fácil — mas o que é simples quando o assunto é sua esposa? O destino tem sido gentil, e por essa razão Ian se esforça tanto para ser um bom marido, um bom pai, um bom irmão.
Entretanto sua felicidade começa a ruir no baile de aniversário de sua irmã, Elisa. Ian assiste, impotente, enquanto sua vida perfeita se transforma em uma terrível catástrofe. A noite é desastrosa, e Elisa, a menina que ele jurou proteger, se torna alvo de um escândalo.
Mas o pior ainda está por vir. Um assunto do passado, um pesadelo que há muito o persegue, retorna para assombrá-lo. Aterrorizado com a possibilidade de perder Sofia outra vez, Ian segue seu coração na tentativa de proteger a mulher que ama, sem se importar com as consequências. Ele só não suspeitava de que o preço a pagar seria tão alto...
Em Destinado: as memórias secretas do sr. Clarke, os leitores vão conhecer um novo capítulo da arrebatadora história de amor de Ian e Sofia — desta vez pela perspectiva desse cavalheiro que conquista corações por onde passa.”

A capa é um amor sem fim, onde representa todo o casal, particularmente, amei! Para quem é fã desse casal(como eu), com certeza espera com muita ansiedade esse novo livro. O mesmo está em pré-venda na Saraiva Online e todos os livros comprados na pré-venda irão autografados pela Carina. O lançamento ocorrerá no dia 28 de setembro. Vale lembrar que Carina estará na Bienal do Livro no RJ no dia 5 de setembro, então quem tiver a oportunidade de prestigiar o evento, não esquece de passar para conhecer a Carina e ganhar o seu autógrafo. 

Confira as resenhas de Perdida e Encontrada, o início dessa linda história de amor!


sábado, 1 de agosto de 2015

[Resenha] O Duque e Eu



Título do Livro: O Duque e Eu
Série: Os Bridgertons #1
Autor(a): Julia Quinn
Gênero: Romance de Época
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 288
Sinopse: "Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo. Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida."

Classificação: 

Havia um bom tempo que os livros da Julia Quinn me interessavam, principalmente por essas capas lindas, e sempre ouvi comentários ótimos sobre a série Os Bridgertons, A Série conta com o gênero Romance de Época, e confesso que isso me atrai completamente.

O Duque e Eu conta a história de Daphne Bridgerton, uma integrante da familia Bridgerton, que é muito respeitada na época.

Simon Basset é o herdeiro do título de Duque de Hastings, e muito disputado entre as mulheres, porem Simon parecia muito objetivo ao dizer que não pretendia se casar e se apaixonar. Anthony Bridgerton é melhor amigo de Simon, e quando Daphne Bridgerton entra em cena, o duque se encanta com seu modo de vida e pensamento, conseguindo conversas que fluem tranquilamente entre eles.

Daphne é a mais velha entre as filhas da família Bridgerton, por isso, cabia a ela se casar primeiro para dar a oportunidade do restante. A temporada para Daphne não estava muito produtiva, então ela ficou abalada ao receber uma proposta do duque de Hastings para fingir um cortejo, mas ao longo da convivência, a senhorita Bridgerton não sabia que seria tão dificil lembrar que o cortejo não passava de fingimento, principalmente quando Simon a revela sua verdadeira personalidade e aflições do passado.

Simon teve problemas famíliares ainda cedo, e então tem certa dificuldade de demonstrar seus sentimentos por outras pessoas. O modo que o romance é descrito na história é profundo e comovente, de arrancar suspiros em todos os encontros de Daphne e Simon. E além de tudo, o casal passa por dificuldades na relação, quando Daphne acredita que Simon não pode ter filhos, e na verdade o duque não deseja deixar herdeiros baseado na sua história no passado.

A história também conta com um mistério, a identidade de Lady Whistledown, uma mulher que escreve para um jornal sensacionalista, e acredito que ao longo da série iremos suspeitar de muitas pessoas.

Os irmãos Bridgertons são só amores, não posso deixar de constar o meu amor por Colin, não vejo a hora de chegar o livro dele, e Anthony também tem seu lado encantador, apesar da proteção exagerada que tem com sua família, que acaba demonstrando um lado agressivo.

Não há dúvidas de que Julia Quinn roubou um lugarzinho no meu espaço de autores favoritos, conhecida como a nova Jane Austen, ela foge totalmente do clichê atual de romances e nos surpreende. Com certeza vou investir no restante da série para continuar desvendando curiosidades sobre essa família que encanta cada vez mais.

quarta-feira, 29 de julho de 2015

[Resenha] A promessa da Rosa

Título da obra: A promessa da Rosa
Autor(a): Babi A. Sette
Editora: Novo Século
Número de páginas: 432
Sinopse: Século XIX: status, vestidos pomposos, carruagens, bailes... Kathelyn Stanwell, a irresistível filha de um conde, seria a debutante perfeita, exceto pelo fato de que ela detesta a nobreza; é corajosa, idealista e geniosa. Nutre o sonho de ser livre para escolher o próprio destino, dentre eles inclui o de não se casar cedo. No entanto, em um baile de máscaras, um homem intrigante entra em cena... Arthur Harold é bonito, rico e obstinado. Supondo, por sua aparência, que ele não pertence ao seu mundo, a impulsiva Kathelyn o convida a entrar no jardim – passeio proibido para jovens damas. Nunca mais se veriam, ela estava segura disso. Entretanto, ele é o nono duque de Belmont, alguém bem diferente do homem que idealizava, só que, de um instante a outro, o que parecia a aventura de uma noite se transforma em uma paixão sem limites. Porém, a traição causada pela inveja e uma sucessão de mal-entendidos dão origem ao ciúme e muitas reviravoltas. Kathelyn será desafiada, não mais pelas regras sociais ou pelo direito de trilhar o próprio caminho, e, sim, pela única coisa capaz de vencer até mesmo a sua força de vontade e sua enorme teimosia: o seu coração.
Classificação:

Esplendoroso, encantador, apaixonante, magnífico, sedutor, avassalador. São essas as palavras que definem A promessa da rosa.
O que dizer de um livro que me trouxe um misto de sentimentos? Em alguns momentos ria com Kathe em outro chorava com ela. Devorei o livro em apenas dois dias, dois dias esses que não vivi no século 21 e sim no 19, ao lado de Kathe e Arthur. Faltam palavras para expressar tudo o que vivi com esse livro.
Kathelyn é uma jovem totalmente fora do padrão da sociedade, filha de um conde, mas nunca procurou encontrar um nobre para casar e ter filhos. Ela sonhava muito além do padrão da época, casar por amor e viver grandes aventuras. Kathe é determinada, apaixonante, corajosa e de um coração enorme. Arthur, o nono duque de Belmont, é arrogante, sedutor e enlouquecedor. E por todas as qualidades ou defeitos é que Kathe se apaixona por esse homem. Mas nem tudo é um mar de rosas, após uma traição o mundo de Kathe desaba e a futura duquesa vira a ex-duquesa.
A determinação de Kathe é algo encantador, que nos prende ao livro. Posso dizer que no início também me encantei por Arthur, mas após algumas atitudes dele comecei a odiá-lo. Arthur virou um louco obsessivo que causa até um arrepio na espinha.
O livro me surpreendeu do início ao fim, falando em fim, chorei como uma condenada com o final do livro. A história traz tanta superação que é impossível não chorar lendo, um amor que atravessou anos, atravessou rancores, atravessou preceitos da época.
Foi uma leitura tão agradável, tão gostosa que não vi o tempo passar, muito menos as páginas. Quando percebi já me encontrava nas últimas páginas de A promessa da rosa.
A diagramação é impecável, onde cada início de capítulo tem esse detalhe de um galho com folhas. A capa não é nem preciso dizer muita coisa né? Tão linda quanto a história em si.

Babi A. Sette, obrigada por essa história, sério! Esse romance me causou tantos sentimentos bons, talvez por ser uma romântica incurável que mais uma vez chorou ao final do livro. Como já te falei você virou minha nova escritora preferida. Obrigada por ter trazido ao mundo Kathe e Arthur <3 o:p="">
Só tenho uma coisa a dizer: corre na livraria e compra esse novo livro da Babi, te garanto que não ocorrerá arrependimento. Kathe e Arthur formam um casal muito fora do padrão da época e por isso que encanta! Um casal tão encantador que dá vontade de apertar.

Melhor quote
“As pessoas acham que a rosa é comum demais. Preferem a raridade das orquídeas ou a fragilidade das camélias. O que me intriga nisso é que ela é perfeita, e por ser perfeita, todos a querem. Então, quando a possuem, ela passa a ser vulgar. Comum. Não é engraçado isso?”

domingo, 19 de julho de 2015

O que andam dizendo por aí...


Esse mês o post da União dos Autores deu uma atrasadinha, mas chegouu! Vem conferir que desta vez vamos saber um pouco mais sobre os escritores da União dos Autores, mas pelos olhos
de pessoas muito especiais: os leitores! Vejam só o que andam dizendo por aí...



















Gostou? Quer saber mais? Visite o site da União!


terça-feira, 14 de julho de 2015

[Resenha] As Batidas Perdidas do Coração




Título do Livro: As Batidas Perdidas do Coração
Autor(a): Bianca Briones
Editora: Verus
Gênero: Romance, Drama
Número de Páginas: 406
Sinopse: "Viviane acaba de perder o pai. Com a mãe em depressão, ela se vê obrigada a assumir o controle da casa com o irmão mais novo. Rafael teve o pai assassinado há alguns anos e agora viu quatro pessoas de sua família, incluindo a única irmã, morrerem em um acidente de carro.
Viviane pertence a uma classe social que ele despreza. Rafael é tudo o que ela sempre ouviu que deveria evitar. Eles são opostos, porém dividem a mesma dor. Jamais se aproximariam se a morte não os colocasse frente a frente, e agora, por mais que saibam que são completamente errados um para o outro, não conseguem evitar uma intensa conexão, que poderá salvá-los ou condená-los para sempre. As batidas perdidas do coração é uma história sobre perdas e como cada um lida com elas. É o encontro atormentado entre a dor e o amor. Com uma narrativa sexy, envolvente e repleta de música, este livro traz a última tentativa de duas pessoas arruinadas que, juntas, buscam desesperadamente se encontrar."

Classificação: 


Esse livro me destruiu, ao ler ele senti todos os tipos de sentimentos possíveis por uma história. E o mais interessante é que é um livro nacional, Bianca Briones conseguiu me cativar na primeira leitura.

Viviane perdeu o pai, e Rafael acaba de perder a irmã, e foram essas dores que uniu os dois. Rafa e Vivi são pessoas totalmente opostas, tanto na questão financeira quanto na mentalidade e maneira de agir e viver a vida, O livro nos atrai do início ao fim, pois é cheio de reviravoltas impressionantes que nos prende até o final. 

Acontecem tantas coisas que é impossivel prever o que está por vir, e isso acaba nos fazendo devorar ainda mais rápido tudo, cheio de amor e momentos tristes, mas a autora exagerou nas cenas de sexo, não sei, acho que não gosto quando esses momentos são tratados como "adolescentes bobos" sabe? usando nomes populares para tudo, achei desnecessário. 

Adorei o Rodrigo, irmão de Viviane, ele é um personagem divertido que não vê problema em nada, está sempre de bem com a vida, tentando se reerguer sem ajuda de ninguém. O de Vivi me irritou muito no início, mas ao longo da história também ganhou vários pontos positivos. Lucas, primo de Rafael também é incrível, tanto que ele e Rodrigo se tornaram grandes amigos inseparáveis. Não gostei muito de Branca, a amiga de Vivi, acho que ela estava sobrando na história, e não combina nada com Lex, o melhor amigo de Rafael, que é a pessoa que esteve com ele em todos os momentos difíceis que passou. Bernardo e seu pai são pessoas cativantes e sempre prontas a ajudar.

Como nem tudo são maravilhas, eu não gostei da capa do livro, achei escura e poluída, mas a história em si conseguiu apagar esse pequeno defeito, por ser tão boa. Os capítulos são narrados em primeira pessoa, alternando entre Rafael e Viviane, e em cada capitulo contamos com a letra de uma música que descreve o momento que irá acontecer, é bem fácil identificar algumas letras. 

O livro é turbulento, muito dramático e intenso, quase viciante a ponto de ler em um só dia, mas é longo, e um pouco cansativo. As Batidas Perdidas formam uma série, com o segundo livro já lançado, e me parece que o terceiro também. Não vejo a hora de adquirir o restante para continuar fissurada nessa história. Recomendo muito! 

A única decepção que tive foi ouvir de uma amiga antes da leitura "Esse livro é tão bom quanto Métrica.", e uma coisa eu afirmo, nada é tão bom quanto Métrica. <3

sábado, 4 de julho de 2015

[Resenha] O Resgate


Título do Livro: O Resgate
Autor(a): Nicholas Sparks
Gênero: Drama, Romance, Literatura Estrangeira
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 320
Sinopse: Taylor McAden é voluntário do corpo de bombeiros da pequena Edenton. Destemido a ponto de parecer imprudente, enfrenta incêndios, participa de salvamentos, desafia a morte sem hesitar. Mas uma coisa ele não tem coragem de fazer: entregar seu coração. Por toda a vida ele se envolveu com mulheres que estavam mais em busca de apoio que de amor - e sempre se afastava delas assim que o relacionamento começava a ficar sério. Numa noite de tempestade, enquanto sinalizava postes de energia caídos, Taylor encontra um carro batido na beira da estrada. Assim que recobra os sentidos, Denise, a motorista, pergunta pelo filho. Mas Kyle, um menino de 4 anos que tem problemas de audição e de fala, não está em sua cadeirinha no banco traseiro. Durante a busca pelo garoto, Denise se surpreende ao ver que está diante de um homem capaz de abrir mão da própria vida para salvar uma criança. E o que Taylor nem imagina é que esse resgate será muito diferente de todos os que já fez, pois exigirá mais do que coragem e força física e talvez pode levá-lo a própria salvação. O resgate é um livro arrebatador sobre sentimentos que abrem portas fechadas pela tristeza e sobre vidas que são transformadas quando se tem a ousadia de amar.

Classificação: 


Não há como negar que eu sou fã numero um do Nicholas Sparks, tanto que foram os livros dele que me fizeram ter esse amor enorme pela leitura atualmente. Ouço muitas criticas sobre os romances do Nicholas, muitos os julgam como muito água com açúcar, mas tem coisa melhor do que um bom romance assim? Já estava com saudades dos livros do tio Nich, pois acabei colocando outro autores na minha lista gigante de livros desejados. Agora em junho, ganhei de presente o romance mais atual <3 
Eu não sei como descrever o quanto essa obra me encantou. Denise é uma mulher bem resolvida, que teve uma falha na juventude e acabou se envolvendo prematuramente com um homem que não parecia estar tão disponível, só que desse relacionamento não duradouro acabou engravidando, e assim nasceu Kyle. É impressionante o amor de Denise por seu filho, com certeza ela é capaz de qualquer coisa para proteger o pequeno. Kyle tem dificuldade de evolução, não consegue acompanhar as crianças de sua idade, e tem um atraso na fala, consegue pronunciar poucas palavras e com dificuldade. Denise então, resolveu largar seu trabalho e se dedicar totalmente ao filho, ao menos por tempo suficiente para Kyle ter um bom rendimento e conseguir acompanhar as outras crianças.

Como é figurinha carimbada do nosso velho Nicholas, é claro que a história se passa na Carolina do Norte. Denise está a caminho de mudar sua vida, e acaba se envolvendo em um acidente de trânsito por causa da chuva forte que pega na estrada. Então que entra Taylor na história (vários suspiros <3), o bombeiro voluntário que Denise jamais podia imaginar que faria tanta diferença na sua história a partir daquele momento. 

Ao acordar, Denise está desnorteada e percebe que seu filho não está mais no carro e nem mesmo nas proximidades, e se desespera. Taylor se envolve com a família imensamente quando vai em busca de Kyle, e ao encontrá-lo percebe o quanto esse menino é especial e precisa de carinho.

O envolvimento de Denise e Taylor é só amores, como todo livro do Nicholas. Mas há muito do passado do bombeiro voluntário que deve ser revelado, e cada momento é chocante e toca o emocional. Taylor também conta com amigos incríveis, em especial seu colega de voluntariado, que está sempre preocupado com o que pode acontecer, é uma amizade firme e sincera, que traria inveja a qualquer um.

Quando comecei a ler o livro, recebi um "spoiler" dizendo que dessa vez Nicholas não havia matado nossos personagens queridos, mas quando cheguei em uma parte do livro vi que estava redondamente enganada, então SPOILER(??????) preparem-se para sentir uma pontinha de tristeza, porque esse livro não é só amores. (pelo menos eu fiquei bem triste com o acontecimento).

O que eu mais gosto nas histórias de Nicholas é o poder que ele tem de nos trazer fortes emoções do inicio ao fim, eu sinto todos os sentimentos que os personagens, e o mais íncrivel desse livro, é que assim como algumas outras obras, o autor relata algo que aconteceu realmente na sua própria família, nesse caso com a doença do menino protagonista. Nicholas Sparks é um autor genial, que nos emociona até mesmo com a "Nota do autor" que vem inclusa no final do livro.

Eu jamais me cansaria de indicar romances do Nicholas, posso afirmar isso com toda a certeza. Mas se você é uma dessas pessoas que julga o nosso queridinho tio Nich como "repetitivo", peço encarecidamente que leia essa obra, pois aí está o velho Nicholas, o autor das primeiras obras impressionantes que tocaram o coração de todos que leram. Uma história que mostra que todos podemos ter uma segunda chance, e que os medos do passado não são capazes de nos atormentar a vida toda.

terça-feira, 30 de junho de 2015

[Resenha] Mar de rosas

Título da obra: Mar de rosas
Autor(a): Nora Roberts
Número de páginas: 288
Sinopse:Emma Grant é a decoradora da Votos, empresa de organização de casamentos que fundou com suas três melhores amigas de infância – Mac, Parker e Laurel. Ela passa os dias cercada de flores, imersa em seu aroma, criando e montando arranjos e buquês. Criada em uma família tradicional e muito unida, Emma cresceu ouvindo a história de amor dos pais. Não é de espantar que tenha se tornado uma romântica inveterada, cultivando um sonho desde menina: dançar no jardim, sob a luz do luar, com seu verdadeiro amor. Os pais de Jack se separaram quando ele era garoto, e isso lhe causou um trauma muito profundo. Ele se tornou um homem bonito e popular entre as mulheres, porém incapaz de assumir um compromisso. Quando Emma e suas três amigas fundaram a Votos, foi Jack, o melhor amigo do irmão de Parker, quem cuidou de toda a reforma para transformar a propriedade no melhor espaço para casamentos do estado.
Classificação:

Hoje vim falar de mais um livro do quarteto de noivas: Mar de rosas. Acho que foi o livro mais fraco do quarteto. Não que ele seja ruim, muito pelo contrário, mas a história não me prendeu tanto quanto a dos outros livros.
Emma e Jack são amigos de muito tempo, tanto que Jack é considerado da família. E é esse fato que complica a vida de ambos. Emma assume com o decorrer do livro que sempre teve uma queda por Jack, mas não achava certo se envolver com ele. Emma é a florista da Votos, uma mulher doce, sonhadora e persistente. Jack é um arquiteto renomado, desligado da vida sentimental e se vê em apuros quando Emma resolve entrar com tudo em sua vida.
Jack é o típico homem solteiro e por isso se assusta tanto quando Emma começa entrar de mansinho na sua vida, mudando alguns costumes, plantando algumas flores e o fazendo pulsar seu coração.
A história desse casal é fofa, típico romance. Mas deixa um pouco a desejar, acredito que pelo pouco aprofundamento de Jack na história. Vimos Emma correr atrás dele, se apegar e sofrer por Jack, mas dele sabemos muito pouco.
Tem detalhes desse livro que são extremamente lindos, como os sonhos de Emma, o jeito sonhador que ela vive a sua vida. Em alguns momentos nos identificamos com Emma. Mas acho que o fator que mais encanta é como que com todos os medos e inseguranças, Emma e Jack começam a se apaixonar um por um outro.
A história vai passando e vimos um segundo casal começar a aparecer na trama que é Laurel e Delaney, que serão os protagonistas de Bem casados.
A diagramação segue a mesma de Álbum de casamento e a capa é linda e combina bem com a personagem.
Mar de rosas é um romance fofo e que mostra as dificuldades que surgem quando uma amizade vira paixão. Vale a pena a leitura desse livro, como também vale dos outros três.
Em breve, resenha de Bem casados, aguardem!


Melhor quote
“Sabia exatamente que tipo de amor queria, um amor que se infiltra nos ossos, se enraíza no coração e floresce no corpo. Queria um amor que durasse para sempre.” Página 156


terça-feira, 23 de junho de 2015

PARCERIA COM A AUTORA INGRID M.S


Ingrid M. S tem 21 anos de idade, é formada em Design de Moda, mora com seus pais em uma cidade pequena e muito pacata no interior de Santa Catarina. Ama escrever desde criança, mas somente em 2014, resolveu publicar algo através do Wattpad.
É sonhadora, criativa, detalhista e muito teimosa, uma viciada em livros e chocolate, simplesmente apaixonada por dias frios e chuvosos. Gosta muito de desenhar, assistir comédias românticas e seriados. Tem uma yorkshire chamada Belle e um noivo extremamente dedicado a fazê-la cada dia mais e mais apaixonada.
"Um personagem em minha vida" é o seu primeiro romance pertencente a uma trilogia.


Sinopse: "Aos 18 anos de idade, Rebeca Porto é uma estudante de literatura inglesa, sonhadora e determinada, que vive com a cara nos livros e pretende um dia se tornar uma escritora de sucesso. Mas, por enquanto, publica suas crônicas através do Wattpad, blogues, páginas e redes sociais de amigos e escritores conhecidos. Entretanto, depois que seus pais - dois historiadores renomados -, lhe presenteiam com uma antiga moleskine de couro marrom, trazida como souvenir de uma de suas viagems de trabalho, ela começa a escrever seu primeiro livro. Porém. algo inesperado acontece e seu personagem principal acaba literalmente saindo do papel e virando sua vida e seu coração do avesso."

Amazon
Site
Fan Page Facebook
Grupo Facebook
Skoob
Wattpad


[Resenha] Cartas de Amor aos Mortos




Título do Livro: Cartas de Amor aos Mortos
Autor(a): Ava Dellaira
Editora: Seguinte
Número de Páginas: 344
Sinopse: "Tudo começa com uma tarefa para a escola: escrever uma carta para alguém que já morreu. Logo o caderno de Laurel está repleto de mensagens para Kurt Cobain, Janis Joplin, Amy Winehouse, Heath Ledger, Judy Garland, Elizabeth Bishop... apesar de ela jamais entregá-las a professora. Nessas cartas, ela analisa a história de cada uma dessas personalidades e tenta desvendar os mistérios que envolvem suas mortes. Ao mesmo tempo, conta sobre sua própria vida, como as amizades no novo colégio e seu primeiro amor: um garoto misterioso chamado Sky. Mas Laurel não pode escapar de seu passado. Só quando ela escreve a verdade sobre o que se passou com ela e com a irmã é que poderá aceitar o que aconteceu e perdoar May e a si mesma. E só quando enxergar a irmã como realmente era - encantadora e incrível, mas imperfeita como qualquer um - é que poderá seguir em frente e descobrir seu próprio caminho."


Classificação: 

Estou em busca de palavras suficientes para demonstrar o quando esse livro mexeu com o meu emocional. Um início confuso, que quase me fez desistir, mas uma história que me comoveu e me fez ir fundo nos pensamentos.

Laurel é uma menina muito inocente, que carrega nos seus ombros uma culpa e tristeza imensa.. Com a perca da irmã, May, a menina se encontra totalmente perdida no mundo atual, abandonada pela mãe, que fugiu com a intenção de evitar um sofrimento maior, Laurel vive um pouco com seu pai, e também com sua tia Amy (que é uma pessoa totalmente devota a Deus, exageradamente). 

Laurel era fã numero 1 de sua irmã, a defendia e admirava em todos os momentos que ela viveu, desejando sempre poder aproveitar a vida e também passar pelos mesmos momentos que May vivenciou e depois relatou a ela. May era mais que uma irmã, era confidente, era amiga.. e a sua morte deixou um vazio enorme na vida de Laurel.

"Porque sua irmã a deixou?", essa era a pergunta que ecoava por todos os lados, sem resposta. Laurel decide mudar de escola, pois acha que não aguentaria qualquer piedade vinda de alguém por conta da morte de sua irmã, não queria que as pessoas tivessem esse sentimento por ela. Pena... não queria ser motivo de pena. 

Na nova escola, Laurel se sente sozinha, desamparada. É na aula de inglês que sua vida muda completamente, quando a professora passa uma tarefa pedindo para o aluno escrever uma carta para alguém que já morreu. Laurel escolhe escrever a carta para Kurt Cobain, pois sua irmã o amava muito, mas acaba desabafando o suficiente para perder a coragem de entregar a lição. Após a carta para Kurt, Laurel acaba escrevendo várias cartas a famosos já mortos, o que virou um diário, onde ela contava suas experiencias e medos. 

Laurel conhece e faz amizade com duas meninas, Natalie e Hannah, que também vivem um dilema muito complicado. Natalie e Hannah tem sentimentos recíprocos uma pela outra, mas convivem com um medo de rejeição e desprezo, principalmente pelo irmão de Hannah, que não é uma pessoa compreensível. Laurel também se apaixona por Sky, um rapaz cheio de misterios e segredos.

Fiquei encantada com a maneira que a autora transmite os sentimentos da personagem, sofremos junto com suas revelações, e cara... é tudo tão delicado. Conforme Laurel escreve, vai amadurecendo, e notando o quando ela precisa se livrar desses sentimentos de culpa, que precisa desabafar e parar de viver a sombra de sua irmã.

Cartas de Amor aos Mortos é um drama intenso, que aborda diversos temas polêmicos, que incentiva toda a forma de amor, e que alerta aos perigos atuais que as vezes calam muitas pessoas. Seria incrível se todos do mundo tivessem a oportunidade de mergulhar nessa história, o livro é um turbilhão de sentimentos que valem a pena. 


sábado, 20 de junho de 2015

Entrevista com Babi A. Sette

Hoje é dia de vocês conhecerem um pouquinho sobre a Babi e sua carreira. A Babi é uma fofa, super simpática que nos enche de orgulho por ser brasileira. Então vem conferir a entrevista:
1- Blog: Babi, quais são as suas inspirações para escrever? Gosta de escrever em silêncio ou com alguma música de fundo?
Babi: Amo escrever com musica, acho que a musica acaba sendo o meu maior instrumento de inspiração enquanto escrevo.
2- Blog: Formada em comunicação social, mas apaixonada pela literatura. Quando exatamente que você descobriu que queria escrever, invés de atuar na sua área?
Babi: Sempre soube que seria através da escrita que eu me realizaria. Comecei a escrever muito cedo e entrei em comunicação social para me especializar em jornalismo. Mas, no primeiro ano entendi que não era com o jornalismo onde eu ia poder soltar minha criatividade. Optei por publicidade pensando em ser redatora de anúncios. Não foi assim que eu me encontrei escrevendo também; eu queria liberdade para escrever. Alguns anos depois o meu primeiro romance nasceu, desde então não parei mais.
3- Blog: Quais os gêneros literários que mais gosta de ler? E por que?
Babi: Romance, sempre fui uma romântica incurável.
4- Blog: Para você, quais as vantagens e desvantagens de ser escritora no mundo atual, em que a literatura é pouco valorizada?
Babi: Não acredito que a literatura seja pouco valorizada. O que existe hoje, graças a Deus (risos) são muitas opções de distração, antigamente só tinhamos os livros. Mas, não acho que a literatura seja pouco valorizada. Acho no lugar, que nós humanos somos apaixonados por ouvir e contar histórias, é através delas que encontramos o sentido para muitas coisas. Tenho certeza que enquanto existirem emoções e enquanto estivermos aprendendo com elas as histórias continuarão a serem amadas.
5- Blog: No seu tempo livre, o que mais gosta de fazer? Tem algum hobby? 
Babi: Ler, ler, ler, estudar, ver filmes. Adoro sair para andar nas ruas, ver as pessoas, ver o dia. Sentir a vida. 
6- Blog: Sobre Entre o amor e o silêncio, você imaginava que ele faria tanto sucesso? 
Babi: Não. Eu sinceramente não esperava. na verdade quando publiquei o livro estava muito feliz em poder publicar e em  saber que a minha história chegaria nas mãos de uma, duas, três, pessoas. Não importava quantas. Tento olhar as coisas assim até hoje. Depois que o primeiro livro tem um certo reconhecimento, os números ganham uma demissão muito louca; quantas resenhas, quantos copias vendidas, quantos retornos. Eu procuro deixar os numero para lá e volto para o meu coração onde a linguagem dos números é outra: Uma pessoa que foi verdadeiramente tocada com as minhas palavras, é o sucesso. 
7- Blog: O seu primeiro livro publicado “Entre o amor e o silêncio”, foi um sucesso estrondoso. As expectativas para a Promessa da Rosa são grandes? Como está sendo o trabalho de divulgação do novo livro? 
Babi: Êêêêêêê - você faz parte da campanha junto aos blogs, obrigada.
Foco a divulgação bastante nas mídias sociais como foi com Entre o amor e o silêncio. Mas, daí a saber se será um sucesso estrondoso; não sei. Vou deixar os leitores e o tempo responderem.
8- Blog: A promessa da Rosa é um romance de época. Nos conte sobre os personagens e quais as inspirações para escrever esse novo livro.
Babi: A Kathelyn é …. ai ai ai suspiros com essa personagem. Ela é forte, destemida, engraçada, apaixonada. Ela é segura e sabe o que quer. Tem ataques de riso que quase sempre a colocam em problemas. Não se intimida, não abaixa o pescoço… sim, ela é orgulhosa e teimosa. Talvez esse seja um defeito grande dela. Mas, ela é apaixonante, tão real, tão viva para mim como uma melhor amiga. 
O Arthur é meu personagem masculino mais polêmico, ele é lindo, irresistível, sedutor, obstinado, consegue ser mais orgulhoso do que a Kathelyn (risos). Ele é absolutamente passional. Vive a vida com a maior intensidade. Ele é… suspiros eternos, um duque lindo, o melhor partido da temporada. Alguém capaz de despertar amor e ódio na mesma medida e talvez, em um virar de páginas. 
9- Blog: Babi, você considera importante a divulgação em blogs literários dos seus livros?
Babi: Muito, demais, imprescindível. Já disse muito e demais? risos. Os blogs tem um papel fundamental para divulgar a literatura.
10- Blog: Já existe planos para próximos livros? Pode nos adiantar algo?
Babi: Sim, estou escrevendo um livro novo, um romance de época . É a história da irmã da Kathelyn que é a personagem principal da Promessa da rosa. 

GEEEEEENTE, A BABI JÁ ESTÁ ESCREVENDO UM NOVO LIVRO <3>
livrosite

Onde comprar:
Pré-venda da 2ª Edição de Entre o amor e o silêncio
Saraiva -> http://bitly.com/1PRt8pv
Amazon -> http://bitly.com/1AyQc5J

quarta-feira, 17 de junho de 2015

"Precisava de você" ganha versão digital


    Baixe agora mesmo o e-book de Precisava de Você por apenas R$1,99

O novo lançamento da Editora Belas-Letras que está dando o que falar, Precisava de Você, acaba de ganhar versão digital. O e-book do (des)romance de Pedro Guerra custa apenas R$1,99 e já está disponível para download. Acesse o hotsite para saber mais do livro e baixar a obra: www.precisavadevoce.vai.la

Sinopse: Então está aqui tudo o que eu guardei por algum tempo. A partir de agora eu pretendo escrever, desde o começo, a nossa história (se é que eu posso chamar assim). O nosso (des)romance. Acho que a melhor maneira de se livrar de alguma coisa (neste caso, de alguém) é colocando para fora. Então é isso que eu vou fazer. Eu vou te exorcizar de mim. Que droga. Que droga, Gabriel Vegas. Eu gostava de você pra caramba.

terça-feira, 16 de junho de 2015

Book trailer: A Promessa da rosa

Hoje vim mostrar para vocês esse book trailer incrível, de deixar com muuuita vontade de ler o novo livro da Babi. Como vocês sabem ela é nossa parceria aqui no blog e estamos próximo ao lançamento do livro dela.
Acompanhe agora o book trailer maravilhoso:

[Resenha] Para todos os garotos que já amei




Título do Livro: Para todos os garotos que já amei
Autor(a): Jenny Han
Editora: Intrínseca
Número de Páginas: 316
Sinopse: Quando escrevo, não reprimo nada. Escrevo como se ele nunca fosse ler. Porque não vai mesmo. Cada pensamento secreto, cada observação cuidadosa, todos os sentimentos que guardei dentro de mim, coloco tudo na carta. Quando termino, fecho o envelope, escrevo o endereço e coloco dentro da caixa de chapéu azul-petróleo. Não são cartas de amor no sentido mais estrito da palavra. Minhas cartas são de quando não quero mais estar apaixonada. São cartas de despedida. Porque, depois que escrevo, aquele amor ardente para de me consumir. Posso tomar o café da manhã sem me preocupar se ele também gosta de banana com cereal; posso cantar músicas românticas sem estar cantando para ele. Se o amor é como uma possessão, talvez minhas cartas sejam meu exorcismo. As cartas me libertam. Ou pelo menos deveriam.

Classificação: 


A história descreve a vida de Lara Jean, que mora com seu pai e duas irmãs, e perdeu sua mãe quando ainda era muito nova. Lara Jean teve algumas paixões ao longo da vida, e quando achava que estava na hora de deixar aquele amor de lado, ela escrevia uma carta de amor contando tudo o que ela pensava sobre a pessoa, sem esconder um único detalhe, colocava a carta em um envelope com o endereço do destinatário, mas ao invés de enviá-la, guardava em uma caixa de chapéu azul-petróleo que era de sua mãe. Até então tudo estava correndo bem, mas em algum momento essas cartas misteriosamente acabam sendo enviadas a todos os endereços certos, e Lara se vê sem apuros. Lara Jean tem que resolver sua vida amorosa e também cuidar de sua família, pois a irmã mais velha que tomava conta de tudo, agora está em outro país para cursar uma faculdade. 

Josh é o ex namorado de Margot, irmã mais velha de Lara Jean, mas o garoto é endeusado por toda a família. A surpresa é que Lara Jean era apaixonada por Josh muito antes dele começar a namorar sua irmã, então também existe uma carta para ele. Imaginem a situação... A história se desenvolve no momento que Lara Jean usa Peter como seu namorado de mentira, para tentar consertar o clima que ficou entre ela e Josh, e prevenir que sua irmã jamais descubra sobre as cartas e sua paixão por Josh.

O interessante é que o livro não é nada previsível, a cada passagem do livro você imagina um final, e sempre vai mudando. Confesso que Josh foi o meu preferido até a metade do livro, até pensar que: Poxa vida, ele é ex da irmã dela. isso ia ficar muito estranho. E também comecei a gostar de Peter após um tempo, porque ele foi amadurecendo, e mesmo não perdendo a pose de convencido, é um tanto fofo em vários momentos. 

Agora eu queria falar uma coisa muito séria, O LIVRO NÃO TEM FINAL!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Eu fiquei muito, mas muito brava quando vi que cheguei na última página e ele ficou com muitas dúvidas no ar, ele acabou no ponto principal, no momento que eu sempre esperei, mas sem respostas. A continuação tem o título "Ps. Ainda amo você", e isso me deixou muito intrigada, porque estou imaginando várias coisas diferentes, e não consigo imaginar que lado a história vai tomar. Estou tipo MUITO ansiosa para ser publicado no Brasil. Enquanto isso não acontece, recomendo que leiam Para todos os garotos que já amei, pois é uma leitura leve e gostosa, com muito romance e personagens divertidos. 



segunda-feira, 15 de junho de 2015

ENTREVISTA BABI A. SETTE


Olá leitores, hoje estou aqui para compartilhar com vocês a primeira parte da entrevista que fizemos com a autora Babi A. Sette. Confere as dúvidas esclarecidas.



sexta-feira, 12 de junho de 2015

Campanha A PROMESSA DA ROSA


Cá estamos para continuar a semana cheia de love no blog. Hoje iremos apresentar um pouco sobre a personagem feminina do livro, com algumas frases de seu modo de agir e se vestir, e também algumas curiosidades sobre as mulheres dessa época, que com certeza não se parecem nadinha com as atuais.










quinta-feira, 11 de junho de 2015

Quotes A PROMESSA DA ROSA


Apenas de olhar esses quotes que recebi da autora já é suficiente para saber o quanto esse livro irá me agradar, a personagem feminina parece ser cheia de marra e com muito amor guardado, e o personagem masculino é um belo galanteador e romântico incurável. Aprecie os quotes e sinta ainda mais vontade de ler essa obra, assim como eu.